20 jan 2012

Visualização de Dados – Uma abordagem sobre UI

A visualização de dados é um tema que gosto muito, na verdade, sou apaixonado por ele. Posso dizer que você leitor encontrará facilmente um material vasto na  internet sobre o assunto, mas, aqui quero trazer a minha visão sobre o tema e claro, o material que selecionei ao longo do tempo.

Muitos confundem a visualização de dados com infográfico, é importante salientar que não é a mesma coisa, porém, o infográfico é sim  uma forma simplificada de visualizar dados e informação, porém, muito mais informação que dados propriamente dito, daí o nome info-gráfico (hífen para enfatizar).

A visualização de dados tem por objetivo pegar aquela quantidade absurda de dados, exemplo típico, uma planilha em excel, e transformar em gráficos que facilitem a compreensão desta informação.

Para  a galera que sempre trabalhou com RIA, isso não é novidade alguma, já que a maior parte das aplicações enterprise que fazemos tem como objetivo exatamente isso, dar possibilidade a entrada de dados, e no final o retorno dele em forma de gráfico.

Tudo bem fazer isso em uma aplicação desktop ou web, para uma empresa específica etc, ou seja, um sistema encomendado, mas… será que o público geral pode fazer uso da visualização de dados? Sim, existem ferramentas diversas que possibilitam você pegar dados e inserir nessas aplicações para fazer uma visualização deles em forma de gráfico. Quando pensamos em dados pensamos unicamente em planilhas não é mesmo? Mas podemos fazer uso até mesmo de um livro, sim, um livro com informação é dados, e você pode subir um livro inteiro em um sistema para coletar o tipo de informação desejada através dos gráficos.

Ah, ainda estou falando grego? Calma, com o tempo e os demais posts que virão tudo irá se esclarecer.
A princípio quero citar que uma das grandes autoridades no assunto é senão uma brasileira, isso mesmo…  conhecida internacionalmente,  Fernanda Viégas estudou linguística, engenharia química e educação no Brasil e nos Estados Unidos antes de finalmente se dedicar ao design gráfico. A mesma teve um merecido reconhecimento ao ser incluída na lista de mulheres mais influentes do mundo da tecnologia da revista FastCompany.
Em parceria com a IBM ela criou o ManyEyes, nome sugestivo inclusive, cuja função é dar acesso ao público geral uma ferramenta poderosíssima para leitura de dados que os transformam em gráficos, ou seja, para a visualização de dados.
Segue palestra da mesma no TED São Paulo, nela Fernanda aborda sobre a aplicação e mostra como ela funciona, vale uma espiada… garanto.

Agora, porque eu dei o nome do post como Visualização de Dados – Uma abordagem sobre User Interface? Simples, queria comentar o quanto o estudo dessa matéria poderá melhorar o desempenho de Designers e Desenvolvedores que trabalham com apps.

Toda e qualquer aplicação hoje lida com um dilema que é; como passar a informação de forma correta e legível ao usuário.
A visualização de dados é o que chamo de Usabilidade Visual, é parte do processo de usabilidade tradicional, ela trás e simplifica dados que muitas vezes arquitetos e outros tentam trazer a tona de forma tradicional, ou seja, em colunas, lists, com o formato planilha.

Quero com esse post inspirar você que atua na área a respirar a idéia da visualização de dados, ela mexe com o psicológico do usuário, ela simplifica a informação para o nosso cérebro, deixando ele livre para compreender o restante de uma aplicação.

Como farei uma série de posts sobre esse tema, trazendo a cada um deles mais curiosidades, neste vou mostrar alguns bons exemplos da Visualização de Dados.
O meu objetivo não é falar da história e como surgiu isso, tal informação você pode pegar aqui mesmo, na Wikipedia.

Vamos agora a algumas aplicações interessantes:

Narrativas 2,0 visualiza música. Diferentes faixas de música são segmentadas em canais únicos que são mostrados em uma estrutura tipo ventilador.

Liveplasma é um aplicativo de visualização de música e filme que tem como objetivo ajudar você a descobrir outras músicas ou filmes que possa ser do seu interesse. Digite o nome de uma banda, artista, cineasta, ator e o Liveplasma irá mostrar a relação deste com outras pessoas, bandas ou filmes. Experimente pesquisar por Coldplay.

 

Tuneglue é outro serviço de visualização musical. Basta digitar qualquer artista ou banda na caixa de pesquisa e tecle enter. Um círculo aparece representando aquela banda. Você pode em seguida expandir e o resto vamos dizer, é intuitivo. Ao clicar em “releases” você pode encomendar seus álbuns da Amazon, aí sim hein.

Looks Del.icio.us  é uma coleção de diferentes visualizações de favoritos do Delicious

 
Arc é um produto da Digg Labs que mostra os últimas Diggs, e as relações entre os usuários que os enviaram. Existem dois modos de velocidade diferente.
Existe ainda algumas dezenas de aplicações de visualização de dados na minha coleção, a cada postagem tratando do tema trarei mais para serem exploradas. 😉
Espero mesmo que o assunto desperte o prazer pelo tema que é de suma importância para nós que lidamos com grande volumes de informação que devem ser trabalhamos nas User Interfaces das apps.

_________________________________________

Eduardo Horvath é UX Specialist e Designer na redspark.
Formado pela Faculdade Impacta de Tecnologia no curso Design de Mídia Digital ele atua na área de Design há mais de 15 anos.
@eduardohorvath

Leave a Comment